Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Fanfic Appmon

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Fanfic Appmon em Qua Jun 28, 2017 8:36 pm


Personagens
 Conner Morgestain:


Nome: Conner Morgestain
Idade: 18
Gênero:

Aparência:
Cabelos curtos penteados com um topete e ruivo, pele branca, Olhos azuis, 178cm , 73 Kg, Usa uma calça slim preta, camisa de algodão branca, Jaqueta preta e vermelha, e tênis vermelhos. Em seu tronco, no lado direito há uma longa cicatriz causada por um acidente do passado.
Personalidade: É extremamente sínico, sarcástico e Maquiavélico, além de um pouco tímido e antissocial. Embora possa ser totalmente irritante, consegue ser sincero e amigável quando quer.
Buddy: Hackmon
Pairing: Preto e Roxo.
Appmon Band:
Appmon Band:

Ver perfil do usuário

2 Re: Fanfic Appmon em Qua Jun 28, 2017 9:24 pm

01. The Appli-Driver


 Conner estava andando por entre as ruelas da cidade que naquela hora ainda estava parcialmente vazia e bastante escura, o que era perfeito pra Conner que não queria chamar a atenção. Quando então ele passou na frente de uma pequena Lojinha que vendia algumas TVs e e outros aparelhos eletrônicos usados.
Nela estava uma TV de 21 polegadas plugada a um receptor, passando um vídeo de uma propagando qualquer. A tela então ficou preta, e apareceu a mensagem:
“ VOCÊ QUER SE SENTIR EM PAZ? “
Conner olhou a mensagem e pensou em tudo que aconteceu um ano antes e sentiu raiva e ódio, um ódio que o consumia por dentro e que o fazia desejar vingança, porém o que ele mais queria era ter paz, sem ser perseguido por todas aquelas lembranças, ele piscou os olhos por um momento e quando abriu os olhos a mensagem, que ele julgava ser uma mera propaganda, não desapareceu e como Conner pode notar nada mais passou, aconteceu, ou fez barulho. Parecia que o tempo havia parado
- Mas que... – antes de se quer poder terminar a frase a tela voltou a ficar somente preta, e em seguida voltou a partir do momento que a tela havia ficado preta, assim como todo o resto, como se a primeira tela preta nunca tivesse ocorrido.
Logo após isso ele ouviu um baque seco ao seu lado, e quando se virou pra olhar viu apenas uma pequena caixinha retangular feita de papelão.
- E só fica mais estranho. – falou displicente enquanto pegava a caixa e a avaliava.
Ela era bem simples, havia apenas um pequeno lacre tampando a abertura da caixa. Dentro dela Havia apenas um Pequeno aparelho.
O aparelho era retangular e angular nas pontas, sua cor predominante era preto, porém da lateral era branco. Possuía no meio uma grande parte feita de vidro a qual era dividida em 2 a segunda sendo menor e tendo um pequeno visor no centro. Ele possuía um grande círculo cinza com 3 espaços “apagados” e com tamanhos variados, com o espaço de cima possuindo um cadeadozinho, e nas laterais ele tinha 2 Botões no lado superior direito.
Então a mesma mensagem de antes apareceu, dessa vez dentro do círculo.
“ VOCÊ QUER SE SENTIR EM PAZ? “
Junto com duas opções:
YES or NO
- Não tenho tempo pra você agora – Falou e o jogou dentro da mochila que carregava nas costas. 
E após isso continuou seu caminho.
...5 Horas depois...

 
Após sair do Campus da Universidade, ele foi direto para o esconderijo onde ele e um grupo de hackers trabalhavam e como sempre ele foi o último a chegar, não que ele gostasse disso, e todos já estavam fazendo o que tinham que fazer em suas próprias mesas.
Após um tempo ele começou a notar certas coisas erradas em seu computador, era um ótimo computador e nunca tinha dado problema, porém hoje nada nele parecia certo, todo código inserido dava erro e os que não davam de imediato faziam o contrário do que deviam fazer. 
 - Estou perdendo a paciência querido computador – Falou se preparava para arrancar os fios que abasteciam o computador, porém parou ao perceber que seu celular que estava em cima da mesa começou a brilhar estranhamente .
- Merda! – exclamou antes de agarrar o celular e correr com ele pra outra sala onde tentaria desmontar o celular antes que fosse tarde demais e alguém conseguisse hackia-lo e achasse a localização do seu grupo de Hackers.
Porém assim que ele abriu a porta a luz que emanava do celular diminuiu, e quando ele olhou para o celular só um aplicativo irradiava luz, e era justamente o Aplicativo de Hacking que ele tinha no celular. Mas não era apenas isso, o aplicativo Aparentava estar sofrendo uma atualização, Uma atualização que Conner não havia pedido.
Antes que o ruivo pudesse impedir a atualização acabou e mais uma vez a tela de celular brilhou incandescente e um feixe de luz dourada saiu do celular com tanta intensidade que derrubou Conner contra a porta e jogou o celular no chão. 
Conner encostou a cabeça na porta e respirou fundo antes de finalmente abrir os olhos. E então ele viu a coisa mais estranha que já viu na vida. Em sua frente havia um Dragãozinho preto quadrúpede holográfico. Ele usava um capuz que na abertura tinha dentes em cima e em baixo, além de duas pequenas caveirinhas no topo do capuz, além disso ele tinha um cachecol enrolado no pescoço, ambos roxos e com remendos. Seus olhos e unhas eram Vermelhos.
- Hack-Choooooo – Exclamou a criatura enquanto levantava os membros dianteiros
- AAAAAAAAAAAAAAAH – gritou o ruivo enquanto se levantava e se desviva em direção a uma das bancadas para tentar pega algo.
Porém a única coisa na bancada era uma chave de fenda.
- Se afaste – falou enquanto apontava a chave de fenda em direção a criatura.
- Nhah pra que isso? Eu não sou Um Monstro. Pelo menos não “esse” tipo de monstro que você tá pensando? – Revira os olhos.
A criatura então brilhou e diminuiu o tamanho ficando menor que uma mão e em cima de um pequena placa dourada. 
- Vê? Não há problema. – Disse enquanto sorria por debaixo do capuz.
 - O. QUE. É. .VOCÊ? – perguntou enquanto tentava se afastar da criatura.
- Eu sou Hackmon. O Appmon de Hacking.– Começou. – O Seu Parceiro Appmon
- Meu o que? – Perguntou exasperado enquanto continuava apontando a chave de fenda em direção de Hackmon.
- O Seu parceiro falou – pacientemente – E Appmon são Formas de vida Digitais nascidas a partir de um aplicativo, porém são Poucos os aplicativos que se tornaram um Appmon.
- Mas, Porque eu sou seu parceiro? – Perguntou mais uma vez.
- Porque você foi o escolhido para receber um Appli Drive e eu. – Respondeu sorrindo.
- Ah isso é ótimo – falou sarcasticamente enquanto revirava os olhos. – Se vocês são mesmo reais e isso não é uma alucinação, porque não vemos Appmons por ai toda hora?
- É porque as únicas pessoas que podem ver é quem tem um Appli Driver, igualzinho a você. – Respondeu prontamente – Mas mesmo as pessoas que tem um, as vezes não prestam atenção e não veem uns que estão em baixo do próprio Nariz. – Respondeu Ironicamente enquanto sorria de lado.
- O que? – Conner falou antes de sair correndo para verificar a sala principal, onde estava antes de tudo acontecer.
- Heeeey – Hackmon gritou – Me Espere – Disse antes de sair flutuando atrás de Conner. 
Ao chegar na sala Conner viu algo aterrorizante No canto Direito superior, Estava um Appmon pequeno de cor azul escuro, com uma câmera na mão, ele filmava Alain um outro hacker que também estava ali.
- Viu??? – Hackmon disse ao se aproximar de Conner que estava atônito parado na  porta.
- O que eu preciso fazer para destruir ele? – Perguntou enquanto se esforçava para não olhar diretamente para o Appmon.
- Bem, primeiro você tem que responder a pergunta. – Respondeu o dragão Enquanto fazia uma cara de “dããn”.
Conner respirou fundo e foi em direção a sua mochila que estava num canto jogada se esforçando para não olhar para o Appmon inimigo.
Porém mal Conner havia alcançado sua mochila o Appmon inimigo olhou na direção da porta e viu Hackmon, se assustando e imediatamente fugiu.
- RAPIDO, ME SIGA! – Hackmon exclamou antes de correr atrás do outro Appmon.
- Merda. – Conner falou pra si mesmo enquanto pegava o Appli Driver em sua bolsa e corria 
- Hey pra onde vai com tanta pressa Conner? – Perguntou alguém que estava na sala mal ele não prestou atenção
Quando ele saiu do esconderijo encontrou, do outro lado da rua, uma espécie de portal. Ele então correu até ele, mesmo tendo o risco de ser atropelado, e talvez por instinto, ele apontou o Appli Drive, que estava em sua mão esquerda, pro portal e pulou nele.
Assim que pulou pelo portal, ele se viu em uma mundo totalmente diferente, ele agora estava em uma cidade feita quase inteiramente de pixeis, além dos prédios, havia vários postes e antenas por todos os lado, além de câmeras, havia câmeras pra todo lado.
-Isso parece um cidade destruída...- Observou
Porém antes que pudesse observar mais ele sentiu um tiro passando do lado do seu rosto, chegando à até queimar sua orelha, e assustando-o.
- RESPONDA A PERGUNTA! – Gritou Hackmon que estava fazendo ao máximo pra se desviar de todos os tiros desferidos pelo Inimigo que se encontrava vários metros à frente. 
Conner olhou pro Appli drive e viu a mesma pergunta que apareceu na TV de manhã: “ VOCÊ QUER SE SENTIR EM PAZ? “ junto com duas escolhas de antes: “ YES” or “NO”. E por Deus como ele queria se sentir em paz. Então ele apertou a primeira opção: “YES” 
Assim que ele apertou, o dispositivo brilhou e “ligou” com a parte de baixo se iluminando em luzes neon verde e amarelo com várias listras brilhantes percorrendo, e o visor que se encontrava na parte de baixo se iluminou em um tom azul.  O Círculo ficou na cor preta e o quadradinhos roxos com o maior Tendo o símbolo do Hackmon. Na parte sobre o círculo ganhou outros círculo menor e com o simbolo de um “+”. E um Frase apareceu na parte inferior do Círculo: “ PAIRING HACKMON”.
Em seguida um círculo de luz, idêntico ao do Appli Drive, surgiu nos pés de Conner e subiu até o braço de Conner ,que estava levantado, e se “fechou” se transformando em uma espécie de relógio branco.
- Agora rápido! – Exclamou Hackmon, antes de se tornar uma luz dourada e avançar para a mão de Conner. E lá se tornando um Chip quadrado.
Quando viu o chip Imediatamente Conner soube o que fazer como se fosse algo que ele sempre tivesse feito isso. 
Ele ergueu o Appli Drive e o Círculo abaixou-se automaticamente e disse:
- Appmon Chip Ready! – E inseriu o Chip na parte de cima e voltou o círculo a posição original. 
O Círculo brilhou e uma voz estridente de dentro do Appli Drive gritou: “ APURI  ARISE” e o chip se desfez até formas uma esfera brilhante. O Garoto então aponta o Appli Drive pra frente , formando um Círculo de luz maior e dele dispara um raio de luz. Que avançou 3 Metros antes de formar um Hackmon, dessa vez totalmente materializado.  
E o Appli drive Falou novamente com a mesma voz estridente: “HACKMON, APPMON DO APLICATIVO DE HACKING” e no visor na parte de baixo do dispositivo apareceu a numeração: “1400”
- Quem é você? – Perguntou Hackmon ao appmon a sua frente.
-Kyameramon. O Appmon do Aplicativo de Câmera – Respondeu ele.
- Cameramon? – Falaram Conner e Hackmon juntos.
- KYAMERA mon – Respondeu irritado.
- Cameramon – Falaram juntos mais uma vez.
- É KYAMERAMON ! – Exclamou Irritado – Agora vocês vão ver! Killing Shutter! – Falou por fim e apontou seu braço direito que tinha várias camerazinhas. E delas saíram inúmeros tiros de energia.
Hackmon desviou de cada um deles, pulando, correndo ou pulando.
- Conner, me Ajude a Hackia-lo.
- Ok – Conner pressionou um dos botões do Appli driver e dele saiu um teclado, e então Conner fez oque sabia fazer de melhor Hackiar.
- Ele é um câmera, então isso vai ser fácil. – Falou pra si mesmo.
- Agora Hackmon! – Gritou enquanto terminava de digitar.
Olhos de Hackmon e ele pulou de um dos prédios pro chão perto do Kyameramon. Ao tocar com a pata dianteira no chão, várias linhas saíram de lá e formaram vários círculos ao redor do Kyameramon, e no fim dois fios saíram do Círculo interno e encostaram no Kyameramon que se preparava pra atacar.
No Mesmo momento ele parou.
- Uh uh arg – Gaguejou 
- Agora – Hackmon Pulou – Vanquish Claw!!!! –Falou enquanto O Braço esquerdo aumentava de tamanho ficando maior e mais largo que ele, e de cada uma de suas garras, 3, Saíram vários Itens feitos de aço, junto de cabos, que avançaram até Kyameramon atacando-o. 
Imediatamente Kyameramon gritou, enquanto Eletricidade passava por seu corpo e seu sistema era Hackiado.
Após alguns segundos Ele explodiu em fumaça e Hackmon deu mais um salto e parou do Lado do Conner.
-Aaaahhh Me sinto rodeado de lindas paisagens. – Kyameramon falou dentro da fumaça que já estava desaparecendo e em seguida se ternou um feixe de luz e foi para o Appli Driver do Conner.
- Ah então é isso que acontece quando um de vocês é derrotado. – Observou Conner. – E as fotos que ele tirou? – Perguntou.
- Eu as destruí. E ainda descobri onde ele trabalha.
- Oh , é onde é? – Perguntou antes de começar a andar com Hackmon a seu lado
- No departamento de Policia de File city.
- Policia?! Então tem alguém com um Appli drive lá?
- Não, tá mais pra 1 Appmon que cuida do firewall de lá e 1 Espião por aluguel.
- Ah... 

Ver perfil do usuário

3 Re: Fanfic Appmon em Sex Jun 30, 2017 1:14 am

02. Confusão no Departamento de Policia
O Outro Appli Drive
As 9:30 da Noite
Daisuke estava andando pelo cidade junto com seu Buddy, Navimon, despreocupados enquanto procuravam por mais appmon.
- Você disse que tinham um por aqui Navimon. Parece que alguem ta piorando hahaha. – Daisuke debochou do parceiro enquanto procuravam, curiosamente eles estavam procurando perto da delegacia.
 - E Tem! E EU estou muito bem obrigado! – respondeu orgulhoso.
- Okay, mas vamos dar apenas mais um vol... – ele mal pode terminar a frase quando atacados.
- HACK CHOO – exclamou Hackmon que pulou em cima do Navimon.
- Pelo visto você estava errado Hackmon, a policia TEM um appli Driver – Falou Conner, que estava em cima de um prédio, sombriamente.
 
...Horas Antes...
 
- Então nessa forma, eu posso ter ver certo? – Perguntou Conner Enquanto mirava em Hackmon, transformado em chip.
- Sim, Só quem tem um Appli drive pode ver Appmons nessa forma. – Respondeu
- Ótimo – Falou e guardou o Appli drive na mochila e jogou nas costas. Partindo para a escola.
- O Que faremos Hoje? – Perguntou o Appmon enquanto seguia o parceiro.
-  Iremos Invadir a policia – Respondeu sorrindo.
...Horas depois em outro lugar da cidade...
Daisuke havia acabado de sair de casa quando “Materializado” seu parceiro, Navimon, e saíram juntos para “caçar” mais appmons.
- Então tem um Perto da Delegacia?
- Isso, achei um enquanto navegava pelos dados presentes aqui na cidade.
- Seu aplicativo realmente é muito útil ein.
- É Claro! Pois eu sou O Melhor aplicativo. O Ninja, Navimon!
- Hahaha Você é o melhor Navimon.
30 minutos depois
Conner e Hackmon haviam se movido para perto da delegacia, pra ser mais exato, estavam em cima de um prédio comercial logo a direita da Delegacia. Ele estava usando uma calça preta, e um moletom roxo escuro, além de um gorro, para esconder os fios ruivos de seu cabelo, e um Mochila que estava com seu notebook. Eles estavam observando atentamente, procurando qualquer sinal do Protecmon, que segundo Hackmon era o digimon que estava ali, quando viu Um Garoto e junto com um Appmon verde e vermelho. O Garoto possuía cabelos castanhos e vestia uma jaqueta verde e uma calça marrom.
A dupla estava andando na rua ao lado da delegacia com Navimon tentando procurar o Appmon que ele localizou mais cedo naquela.
- Você disse que tinham um por aqui Navimon. Parece que alguém ta piorando hahaha. – Daisuke debochou do parceiro enquanto procuravam, curiosamente eles estavam procurando perto da delegacia.
 - E Tem! E EU estou muito bem obrigado! – respondeu orgulhoso.
- Okay, mas vamos dar apenas mais um vol... – ele mal pode terminar a frase quando atacados.
- HACK CHOO – exclamou Hackmon que pulou em cima do Navimon.
- Pelo visto você estava errado Hackmon, a policia TEM um appli Driver – Falou Conner, que estava em cima de um predio, sombriamente.
- Navimon??!! – Perguntou Daisuke Preocupado
- Han Han urg – Expressou Navimon enquanto pulava para longe de Hackmon. – Então era você! O Appmon que eu localizei.
- Receio que não – Falou Hackmon enquanto olhava pro Appmon e seu parceiro.
“ Eu escutei um baque ali na outra rua!” Falou uma voz
“ É muita coragem arrumar confusão, Logo aqui! Ao lado da Delegacia. “ Falou outra
- Receio Que esse não seja o lugar ideal para nossa batalha. – Falou e então Aumentou o Braço de tamanho e cortou o tecido da realidade. Depois tudo se iluminou e em seguida eles estavam num AR Field.
- Navigation Arrow – Falou Navimon ao pular e lançar uma pequena seta nas costas  de Hackmon, de modo que ele não conseguisse tirar sozinho.
- Huh? – Falou ao perceber uma pequena pontada nas costas.
- Agora corre! – Gritou para seu parceiro humano.
E juntos correram para um beco.
Vendo a situação Hackmon apenas apertou os olhos e foi andando normalmente seguindo o caminho que eles tinham pegado, quando foi surpreendido por 3 misseis que estavam indo em sua direção.
Ele saltou desviando-se dos misseis, porém os misseis, poucos metros depois, deu a meia volta e se dirigiu direto para Hackmon, que pego de surpresa não desviou, explodindo.
Depois de de se recuperar da explosão Hackmon voltou a procurar pelos dois mas nem muito tempo depois Deus de cara com dezenas de Misseis que estavam voando em sua direção.
- Pelo visto não tenho opção. – Falou antes de erguer o braço e faze-lo maior.
O Braço conseguiu destruir a maioria, porém algum misseis ainda acertaram Hackmon. E ele sabia muito bem o que estava fazendo ele ser acertado sem chance de se defender.
- Conner, Use Appli-Link. – Gritou o máximo que pode para que Conner pudesse escutar
- Appli-link??? Isso quer dizer que ele tem um Appli driver! – Raciocinou Daisuke
No Topo do prédio Conner sorriu e puxou o Appli drive do bolso.
- Appmon Chip! Ready! – Conner Falou e apertou o primeiro botão do Appli Drive.
“ Hack   Hack   Hack”  Falou a voz do Appli drive enquanto Conner Abaixava o Circulo e pegava o chip do  Cameramon.
Após Inserir o chip do Cameramon, aponta-lo pra frente, e disparar as Informações do Cameramon em forma energia, a mesma voz agora falava: “ Hack Camera Hack Camera Hack Camera Hackcamera HackCamera Hacamera Haamera Haamera havsakl” Até que o raio de energia atingisse Hackmon que estava vários metros a frente.
O Visor agora mostrava: “ Power: 3300”
Conner vendo isso, sorriu sadicamente.
 
Ao ver o clarão de luz, Daisuke ficou preocupado.
- Acho que vou ter que apelar também. – Ele sacou seu Appli Drive, que era Verde e Vermelho.
- Appmon Chip! Ready! - Daisuke Falou e apertou o primeiro botão do Appli Drive.
“ Navi   Navi   Navi”  Falou a voz do Appli drive enquanto Daisuke Abaixava o Circulo e pegava o chip de um Messemon.
Após Inserir o chip do Messemon, aponta-lo pra frente, e disparar as Informações do Navimon em forma energia, a mesma voz agora falava: “ Navi Messe Navi Messe Navi Messe NaviMesse NaviMesse Namesse Namesse Naesse Naesse navsakl” Até que o raio de energia atingisse Navimon que estava Estava a alguns passos a frente.
O Numero do Visor agora era: “1340”
Navimon havia sofrido algumas mudanças físicas, agora ele possuía 3 balões, das cores, verde, azul e vermelha, que ficavam flutuando e girando ao redor dele.
- Com certeza você vai ganhar Navimon, Vai lá! – Falou entusiasmando seu parceiro para a luta.
Mas foram surpreendidos quando uma sombra pairou sobre eles. Era Hackmon que agora tinha 2 cameras acopladas em seus ombros ao lado da cabeça e uma lente de camera 50mm.
- AAAAAaaaah – Desesperou-se  Navimon. – Yajirushi Missile – E disparou varias setas.
- Bad photography – Que consistiu de disparar vários tiros de luz que acabaram interceptando todas os misseis disparados.
- Flash Stream – Descarregando uma forte luz na dupla, que imediatamente ficaram momentaneamente cegos e desnorteados.
- Urrgg... Direção, aaarrrrgtttt – Valou Navimon enquanto “enxergar com as mãos” tateando a frente.
- Vanquish Claw! – E então Aumentou o Braço e e de cada uma de suas garras, 3, Saíram vários instrumentos feitos de aço, junto de cabos, que avançaram até Navimon atacando-o. 
Assim que os instrumentos o tocaram ele foi hackiado e energia elétrica percorreu todo o corpo dele, momentos depois a técnica forçou o termino do app link.  Fazendo Navimon e Messemon caírem no chão derrotados.
- Parados ai. – Disse hackmon enquanto enrolava um dos cabos ao redor dos 3 os juntando e imobilizando. Em Seguida a Aplli-link se desfez formando Hackmon e Cameramon.
- O Que vocês querem? – perguntou o Moreno enquanto olhava feio para a Dupla.
Porém os dois Appmons nada fizeram.
Eles ficaram lá amarrados por intermináveis minutos até que uma voz se fez ouvida.
- Pode solta-lo Hackmon, Creio que eles não farão nada. – Falou Conner que estava saindo de um beco ao lado de onde eles estavam.
- Daisuke olhou na direção da voz e viu um garoto saindo de lá, ele vestia uma calça escura, um moletom roxo, uma toca que cobria os cabelos ruivos, e olhos azuis claros.
Hackmon então os liberou  e recolheu o cabo.
- Quem é você? – perguntou Daisuke.
- Acho que quem faz perguntas aqui sou eu. – Respondeu Conner prepotente. – Então quem é você?
Daisuke, que havia levantado, estava limpando a sujeira e olhou feio para o Garoto.
- Sou Daisuke.
- Humph, Sou Conner, a proposito – Falou em responta – mas me diga como você conseguiu esse Drive? – perguntou cinicamente
- Eu não vou te... – Mas antes de falar isso, todos ali foram surpreendidos por uma explosão próximos a eles.
- No meio da fumaça deu pra ver uma sombra enorme. A sombra tinha forma arredondada com uma protuberância nas costas parecida com vulcão de onde saia chamas, e doi Braços com um escudo quadrados de onde também saiam chamas em cada braço, ao sair da fumaça, ficou perceptível sua cor, marrom.
- Acho que é isso que estávamos procurando – Falou Daisuke que começou a correr junto com os seus appmons.
- Merda, Hackmon, Cameramon Vamos... – E começou a correr
- É  KYAMERAmon – Falou antes de também começar a correr junto.
*Após Correrem alguns metros e se esconderem num beco*
- Melhor Voltar para Appmon Band Cameramon – Falou e ergueu o braço esquerdo e logo após Cameramon se Iluminou e num raio de luz voltou para a Appmon Band.
- Você também Messemon! – Daisuke também levantou o braço esquerdo e Messemon se iluminou e num raio de luz voltou para a Appmon. – Agora oque Faremos?
- Uma batalha direta está fora de cogitação, ele é muito grande pra isso. – Falou Navimon
- E eu dificilmente conseguirei hackia-lo totalmente de uma vez só.
- Acho que teremos que trabalhar jun.... – Porém antes de terminar a frase um Muro gigante de chamar se ergueu do lado deles, destruindo o prédio e tudo em uma reta de 300 Metros. E ouviram uma voz falar “ FLAME WAAAAAALL”
- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHH – Gritaram os 4 em uníssono, e correram o máximo o quanto puderam.
- Porque... ele.. é tão.... grande?? – perguntou Navimon sem folego., quando pararam.
- Provavelmente porque ele absorveu muitos dados. – Falou Hackmon enquanto recuperar o folego – Mas Isso o deixou insano.
- Navimon, Eu tenho um plano. – Falou o App driver de verde enquanto arfava – Vá até o alto de um prédio e atire lá as suas Navigation arrow.
- Certo! – Falou Navimon com uma força de vontade renovada. – Yyyyyyyyyyyaaaah – Gritou enquanto corria e começava a escalar um prédio.
- Tenho uma sensação ruim.... -  Disse Hackmon enquanto olhava tudo atentamente. Conner apenas balançou a cabeça concordando.
Segundos depois ele escalou o prédio e foi direto para a extremidade direita do Prédio, onde ele ficava do lado do Protecmon.
No mesmo momento Daisuke sacava seu Appli drive ativando sua habilidade especial que consistia em um menu quase identico ao Google Maps.
- NINPOU! Navigation Arrow – Gritou e Pulou criando 3 flechas, lançando-as no Protecmon. Uma Acertando na Cabeça, e as outras duas, cada uma em um ombro.
Assim que as flechas atingiram o Alvo, apareceram no Manu 3 Alvos.
Porém, antes que Navimon pudesse fazer mais alguma coisa ele foi atingido por um forte soco desferido pelo Protecmon, e acabou voando pelos ares alguns metros até que virasse chip.
- Hackmon Vá!!!!! – Pediu Conner
Hackmon imediatamente começou a correr e escalou um prédio e então pulou e pegou o chip com a boca, quando percebeu que a mão de Protecmon estava bem próxima dele.
- Strange Hack – Falou e as garars da mão esquerda se transformaram em instrumentos de hacking conectados por um cabo metálico que avançaram diretamente para a mão erguida de Protecmon que na mesma hora gritou e recolheu a mão.
- HACKER IMUNDOOO!! – Gritou a plenos pulmões. – VOCÊS SÃO A ESCORIA!! ALMIGHTY GUARD!!
Imediatamente ele foi coberto por um escudo redondo, que era quase perfeito exceto por pequenos espaços que mudavam de lugar, todo segundo.
- Merda. – Disse Conner. – Eu tenho um plano. – Virou-se para Daisuke. – Mas, eu preciso de sua ajuda. – Falou olhando nos olhos do outro.
Depois de pensar por um momento ele respondeu – Claro, o que precisar.
- O Navimon. – Respondeu prontamente.
Assim que ele falou Hackmon chegou ao lado dele com o chip na boca. Conner então puxou o Appli drive do bolso.
- Appmon Chip! Ready! – Conner Falou e apertou o primeiro botão do Appli Drive.
“ Hack   Hack   Hack”  Falou a voz do Appli drive enquanto Conner Abaixava o Circulo e pegava o chip do  Navimon.
Após Inserir o chip do Navimon, aponta-lo pra frente, e disparar as Informações do Navimon em forma energia, a mesma voz agora falava: “ Hack Navi Hack Navi Hack Navi HackNavi HackNavi Hackavi Hacavi Hacavi havsakl” Até que o raio de energia atingisse Hackmon que estava alguns centímetros ao lado.
O Visor agora mostrava: “ Power: 2660”
Navimon estava como aura em cima de Hackmon mas momento depois se fundiu com ele, Fazendo Hackmon rapidamente se iluminar e depois ganhar algumas características do outro. Agora ele possuía asas( as setas do braço) e seu cachecol ganhou setas na ponta.
- VÁÁÁ – Gritou Conner entusiasmando seu parceiro
Hackmon se preparou e deu um salto abrindo suas asas e voando direto para Protecmon que estava parado se protegendo pelo escudo.
- Navigation HAAAAAAACK!!! – As setas na ponta do seu cachecol,10, voaram, sendo mantidas por cabos.
Elas foram em direção aos pontos cegos que estavam sendo indicados pelas “Navigation Arrow” no menu do Aplli drive e sendo enviadas automaticamente para Hackmon e Navimon.
Das 10, apenas 6 conseguiram entrar pelos pontos cegos, porem apenas 4 atingiram seus alvos, já que Protecmon conseguiu interceptar 2. Os 4 que atingiram compriram seu dever, enfraqueceram e desconcentrou Protecmon, fazendo a barreira cair por terra e ainda causar Dano.
- AGORA HACKMON!!!
- VANQUISH CLAAAWWW!! – Atacou protecmon que ainda tentava se recuperar quando foi atingido pelo Golpe fatal de Hackmon e teve todo seus sistema de proteção destruído, e logo após todos os dados que ele havia absorvido começaram a serem expelidos pelo seu corpo o fazendo diminuir de tamanho sobre as garras de Hackmon, até chegar ao seu tamanho normal.
Ele ficou sendo Atacado e Hackiado por Hackmon até que se transformou em luz e foi para o Appli Drive de Conner se transformando em Chip. Logo depois Hackmon e Navimon se separaram, ambos se transformando em chip pelo cansaço.
- Eu estou tão cansado..... – falou Navimon em forma de chip
- Eu também heh. – Concordou Daisuke se sentando no chão.
- E Então... Como conseguiu esse Appli Drive? – Perguntou Conner também havia sentado.
Daisuke respirou fundo e começou: “Um Dia, eu havia acabado de sair da escola quando eu passei por uma daquelas velhas barracas de comida, quando apareceu uma mensagem ‘ Você quer ajudar as pessoas? ‘ E Logo em seguida a maquina soltou um Appli drive desativado. Então eu fui para casa e pensei sobre tudo, sobre a minha vida, sobre o que eu queria, até que eu recebi a visita do Navimon, respondi a questão e dias depois encontrei o Messemon, ai eu e o Navimon decidimos capturar o máximo que pudêssemos, mas até agora, fora o Messemon, só encontramos um, Callmon.”
- E você? – Perguntou Daisuke por fim.
Conner olhou pra Hackmon e depois para Daisuke novamente e Começou: “ Há dois dias eu estava andando por uma rua quando parei numa loja de aparelhos eletrônicos usados para ver os anúncios, quando uma delas apareceu a mensagem: ‘ Você quer se sentir em paz’, e então uma caixa de papelão simplesmente caiu ao meu lado. Mas de inicio não liguei, apenas guardei ele na bolsa e fui pra aula, porém quando estava trabalhando Hackmon apareceu para mim e logo depois Cameramon também apareceu. Foi ai que eu descobri do Protecmon aqui, por isso vim atras.
Eles conversaram mais um pouco. Porém enquanto isso alguém os observava.
A garota tinha longos cabelos brancos com algumas mechas rosa, ela usava um vestido branco estampado com flores roxas, Do Lado dela havia um appmon branco, e na mão um Appli Drive branco e preto.
- São dois Appli Drivers... Pensei que você era a unica. – Falou o Appmon
- São, e estou feliz por não ser a unica. – Falou a Garota e o Appmon abraçou ela pelo pescoço.



Última edição por Conner em Sex Jul 07, 2017 10:55 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

4 Re: Fanfic Appmon em Sex Jul 07, 2017 9:57 pm

00. JORMUNGANDR E DANTEMON (atrasado rs)


Isaac Estava na sala principal dos Servidores, terminando seu novo projeto, “ELISEOS”, uma nova AI que foi feita a partir dos dados de vários tipos de aplicativos quando foi surpreendido por uma voz robótica.
“ Como pensei, Você é como todos humanos,apenas descarta, Nunca tem forças pra continuar quando algo dá errado “
Isaac estranhou e se levantou pra procurar de onde vinha a voz, porém teve seu braço esquerdo agarrado por uma mão feita da aço que saia de um portal que o puxou para dentro dele.
Isaac se viu numa especie de dimensão digital, Era quase 100% igual ao mundo real onde ele estava, tudo ali era feitos de dados e pixeis. Ele estava maravilhado parecia um sonho o que ele estava vendo.
- Está vendo o que ajudou a criar Isaac? – Falou a voz atrás dele.
Isaac se virou e o que ele viu o fascinou e o assustou ao mesmo tempo. Atras dele havia um ser feito de metal.
Seu corpo era o de um Humano atlético, porém nas suas mãos, em vez de dedos ele tinha garras, e no luga dos pés, tinha a pata de um réptil, e seu rosto era horrível, era como se fosse o de um dragão deformado, sua boca era grande e funda, seus Olhos era grandes fendas vermelhas e ele tinha dois chifres, cada um de um lado da cabeça.
- O Que é Você? – Perguntou aterrorizado.
- Eu Sou sua criação.O Que Você chama, ou melhor chamava, Jormungandr
- Mas, Eu deletei você.
- SIM! Você Me deletou e isso foi seu maior erro. – Explicou. – Depois que você deletou a maior parte dos meus dados, Eu tive que me exilar na parte mais profunda e obscura desses servidores, e pouco a pouco fui me recuperando a criei esse corpo a partir dos dados de toda a empresa, De tudo que você já criou.Inclusive o seu “Dante” – Falou a ultima palavra com desprezo. – Agora Farei você pagar por ter me Deletado!! – Esbravejou e ergueu o Braço direito pronto para empala-lo.
Porém, neste instante uma luz brilhou forte no meio da sala e lá saiu um Homem vestido de branco e com cabelos flamejantes.
- Eu sou Dantemon! – Falou quando a luz diminuiu.
Seu corpo também tinha varias parte de metais como os braços e as penas além de uma grande espada nas costas.
Jormungandr porém apenas olhou para ele com desprezo e direcionou seu ataque para o Dantemon.
Eles batalharam por um longo período, do qual Isaac ficou apenas observando impotente.
- Mesmo tendo sido criador como algo superior, eu estou te vencendo, Dantemon. – Provocou. – Agora acabarei com isso, Morra Dantemon. – Gritou por fim.
Suas mão se encheram de energia, ela as juntou e a disparou.
Dantemon então simplesmente encheu sua espada de energia. E Avançou de encontro com Jormungandr.
O encontro dos golpes criou uma onda de choque tão grande que rasgou o tecido espacial, criando uma fenda espaço-temporal. O impactou foi tão forte que destruiu todos os servidores dá empresa e explodiu mais de 76% da mesma. Jormungandr, Dantemon e Isaac foram jogados na Internet, que na época ainda era extremamente limitado.
Jormungandr teve seu Núcleo e controle danificado e começou a ter o corpo destruído, célula por célula.
-  Idiotas, eu não serei destruído....  – Falou e liberou seus dados na internet.
Isaac, como humano, Não resistiu e se dissolveu em dados.
Porém Dantemon usou a pouca energia que ainda lhe restava e condensou os dados dele em um pequeno núcleo. Mas ele mesmo não resistiu, e se deu por vencido se separando em 7 partes.
O que nenhum deles sabiam era que o choque de poderes entre eles haviam liberado tantos dados brutos e tantas informações, que a partir daquele momento os primeiros appmons começaram a surgir.

Ver perfil do usuário

5 Re: Fanfic Appmon em Sex Jul 07, 2017 10:53 pm


03- 7CODE? THE CHOU APPMON



Já Fazia 30 dias que Conner havia conhecido Daisuke e pego Protecmon, e junto com Hackmon, usando os dados da policia que Protecmon tinha, Ele hackiou o departamento de policia,e se colocou lá dentro. Ele preferiu assim porque além de dar mais dinheiro, ele ainda teria acesso a todos os dados, não apenas da cidade ou do departamento, mas sim de todo estado.
Agora ele se chamava Sean Lancaster, 22 anos, um Detetive prodígio que, havia sido transferido para o File city para ocupar a posição de 2º tenente, das forças especiais.
Hoje seria seu primeiro dia, e ele estava muito ansioso, Ele já tinha tomado banho e feito a barba e estava terminando de calçar o Sapato. Ele estava vestindo uma calça social preta, uma Camisa branca e um colete Cinza/Bege.
- Vocês está otimo kya – Falou Cameramon que estava tirando varias fotos.
- Obrigado. – Respondeu sorrindo. – Agora voltem. - falou erguendo o braço fazendo Cameramon, Hackmon e Protecmon, que estavam no outro comodo.
Saiu do Prédio e se deparou com uma rua movimentada e se assustou, ele ainda não estava acostumado a morar no centro.  Graças ao “Generoso” Auxilio Moradia que começara a receber.
Felizmente o apartamento que ele tinha alugado era perto do departamento, e em poucos minutos ele chegou de frente com o prédio.
O Prédio era de aproximadamente 10 andares, era pintado de azul a rodeado de janelas de vidro.
Ele entrou sem problemas, subiu no elevador e foi para o 8º andar, onde ficaria sua sala.  Mas quando adentrou ao andar ele percebeu que teria seu primeiro problema, os membros da corporação ao vê-lo pareciam surpresos e chocados. E ele pode ouvir alguns comentários do tipo:
“ E ele mesmo?”                   
“Ele é tão novo...”
“Eu vou ser liderado por um moleque.”
“ Ah se eles soubessem como entrei aqui.” – Falou. – E riu mentalmente.
Ele se forçou a colocar um sorriso na cara, e olhou para todos e caminhou em direção ao centro da sala, quando veio um homem falar com ele.
O homem aparentava ter uns 40 anos, ou mais, ele tinha cabelos loiros, uma barba loira já ficando branca, e olhos azuis.
- Prazer, sou o Capt. Nihs – Falou estendendo a mão.
- Sean Lancaster, prazer – falou apetando a mão estendida.
- Me acompanhe vou te mostrar alguns lugares aqui do andar e sua sala.
 
Minutos depois...
Conner acabou de entrar em sua sala e avaliou. Era uma sala grande, espaçosa, as paredes eram pintadas de azul claro, e tinha um Ar condicionado, na parede a esquerda. Já havia uma estante com 4 prateleiras e um armário de aço, ambas em cada lado da sala, e no centro havia uma escrivania, junto com um cadeira de rodas.
No Centro da Escrivania havia um Notebook, do lado esquerdo havia um pote escuro com algumas canetas, e do direito havia uma arma, muito provavelmente a sua arma. A escrivania também tinha 4 gavetas, 2 de cada lado.
Era uma sala confortável concluiu, ele se sentou na cadeira e começou a usar o Notebook, a principio não havia anda de mais nele, era como um computador novo, e talvez fosse, só tinha um navegador de internet , e os “Officers”. Só que Conner era esperto e levou com ele um pen-drive com todos os programas que necessitava.
Tempo depois o Notebook estava pronto com tudo que ele precisava.
- Hackmon, Kyameramon saiam. – Falou erguendo o braço esquerdo.
Duas luzes saiam dele, formando 2 chips, um dourado e um roxo, do qual Hackmon e Kyameramon se materializaram.
- Hack-choo!!! – Cumprimentou levantando a pata.
- Olá – Falou Kyameramon
-  É, olá. Bem Kyameramon, quero que você espie cada um nesse andar e me diga se algo estranho acontecer – ordenou
- Certo! – Falou e foi em direção a porta, quando ela foi aberta bruscamente;
Quem a abriu foi uma mulher que estava carregando varias pastas na mão, Ela tinha pele morena e cabelos escuros e cacheados, e no rosto usava uma leve maquiagem, além de um par de oculos. Ela carregava algumas pastas no braço e os deixou na escrivania.
- Pediram eu te entregar esses arquivos, chefinho. – Falou em tom de deboche e deu meia volta saindo da sala.
Ela deveria ser Samanta Cavalleros a primeira tenente.
Conner respirou fundou e pegou a pasta de cima, tinha que trabalhar afinal. Ele escolheu isso.
2 horas depois
Conner estava lendo sobre um caso de assassinato quando foi surpreendido por Kyameramon que correu pro seu lado como se tivesse visto um fantasma.
- Sir!!! Tem um... Tem um Appmon junto com uma garota!!!! – Exclamou assustado.
- O que?! – Conner se assustou e se levantou com Kyameramon e Hackmon no seu encalce.
Ao sair pela porta, Conner logo viu o que tinha assutado Kyameramon, Logo a frente estava uma jovem de cabelos brancos, com algumas mechas rosas, ela usava uma vestido preto com algumas linhas roxas nas extremidades, ela estava conversando com o Capt. Nils, e do lado da cabeça dela havia um appmon branco sobre um chip roxo.
O Appmon acabou por olhar na nossa direção e se assustou soltando um guincho agudo parecido com “DGHIIIIIIIIIH” e se escondeu atrás da garota.
Ao ouvir isso a garota virou a cabeça e olhou na direção de Conner. A Primeira reação dela foi de surpresa, mas logo passou para assombro.
Capt. Nihs olhou para onde ela estava olhando e logo falou;
- Ah querida, Esse é o Novo tenente, Sean Lancaster – esse é o primeiro dia dele. – Explicou encaminhando-se junto com ela para perto dele.
- Sean Lancaster – Falou conner estendendo a mão.
Ela ainda receosa, com seu appmon ainda se escondendo atras dela assustado, apertou a mão de Conner.  – Sou Charlotte. Charlotte Nihs.
- Bem, agora que já se conhecem, vamos andando querida? – Falou estendendo o braço para a garota. Que o segurou e saíram juntos.
Conner apenas ficou lá parado pensando o quão mais “Appli-Drivers” poderiam haver além dele, Daisuke e dessa Charlotte.
...Horas Depois...
Conner já estava cansado de ficar lá sentado, apenas lendo arquivos de crimes em aberto. Claro que ele sabia que teria dificuldades em entrar na policia, afinal, não sabia de nada, mas se ele quisesse mesmo conseguir as resposta esse era o jeito mais fácil de se conseguir.
Ele estava lendo sobre um caso estranho de assassinato sobre um professor que estudava IA, quando ouviu um grito estridente.
Ao Sair da sala ele deu de cara com uma das detetives incrédulas, com a boca aberta olhando o celular.
-Kyameramon vá olhar. – Falou baixinho ao appmon que estava junto a ele e com os outros 2.
Ele foi e voltou tranquilamente dizendo:
- É apenas uma fofoca sobre algumas pessoas.
 - Onde? – Perguntou o garoto.
- Num blog chamado: xxxxxxxx.blogspot.com – Respondeu o Appmon câmera.
O appli driver já ia começar a pesquisar o site quando Hackmon tomou a frente.
- Deixe-me. – Falou e ativou suas garras hackiando o sistema do celular e indo direto ao site desejado.
- Ah ótimo, Obrigado Hackmon. – Falou baixinho para ninguém ouvir e entrou em sua sala novamente.
O blog estava recheado de "reviews" de membros do esquadrão, iam de “ Fulano tem Bons olhos" a " Fulano Está parecendo uma baleia Obesa"
- Isso é perigoso, Muito perigoso, – Repetiu para is mesmo enquanto andava de um lado para o outro, na sala.
Imagine se saísse algo nesse blog do que ele fez? Do Passado dele? – Pensou.
Ele ficou andando de um lado pro outro nervosamente até que Protecmon, que estava na janela chamou sua atenção.
- Eh, ein. – Gaguejou. – Tem algo ali.
Conner se moveu até a janela e lá no meio da sala havia um criaturinha bocuda que usava um casaco com capuz azul, porém tinha algo estranho nele, ele possuía uma aura escura. Instantes depois ele abriu uma fenda e entrou, se escondendo de qualquer olhar.
- Deve ser ele que está criando essas fofocas. – Concluiu, pegando o Appli-Drive e apontando-o para a parede abrindo o AR Field.
Ao Chegar lá ele se viu numa especia de arena, com arvores pra todos os lados e com vários papeis, alguns escritos, outros não, voando soltos. O Appmon causador dos problemas estava bem ali no centro escrevendo num papel.
- Hey, você! - Falou Conner, que estava acompanhado de seus 3 appmons, apontando o dedo para o Appmon. -  Pare em nome da lei – Disse rindo no final. Os appmons apenas reviraram os olhos com a gracinha que o App-driver fez.
- Quem é você?! Koso – O Appmon falou nervoso – Não tem Koso. Não tem Nenhum ruivo na minha lista Koso!! Não tem nenhum ruivo Neste prédio KOSO! QUEM É VOCÊ KOSO? – Falou amassando o papel que tinha na mão e o jogando no chão.
- O que eu sou não vem ao caso. Hackmon!! – Falou e Hackmon logo entendeu a mensagem, ficando simplesmente na forma de chip indo parar na mão de Conner
Ele Pegou o Appli drive em seu bolso e o ergueu o Appli Drive e o Círculo abaixou-se automaticamente.


- Appmon Chip Ready! – E inseriu o Chip na parte de cima e voltou o círculo a posição original.
O Círculo brilhou e uma voz estridente de dentro do Appli Drive gritou: “ APURI  ARISE” e o chip se desfez até formas uma esfera brilhante. O Garoto então aponta o Appli Drive pra frente , formando um Círculo de luz maior e dele dispara um raio de luz. Que avançou 3 Metros antes de formar um Hackmon, dessa vez totalmente materializado. 
E o Appli drive Falou novamente com a mesma voz estridente: “HACKMON, APPMON DO APLICATIVO DE HACKING” e no visor na parte de baixo do dispositivo apareceu a numeração: “1400”.
- Ah eu sei quem ele é! – Exclamou Kyameramon. – Ele é Kosomon! O Aplicativo de “Gossip Review”
- Hackmon, o Aplicativo de Hakcing hã? Koso. – Ele pegou um novo papel e começou a escrever nele – Hackmon, o appmon de hacking, mas deveria ser o aplicativo da duvida pois eu não sei se ele é um dragão ou um Filhote de cachorro usando um capuz com cachecol horrível.
Hackmon Estava tão Furioso que o seu olho direito piscava nervosamente, ele não esperou mais e ativou suas garras enfiando-a no chão.
Instantaneamente o chão começou a tremer e varias raízes saíram no chão acertando o Kosomon fazendo-o voar por alguns momentos até que ele ficou flutuando lá.
- VOCÊ VAI PAGAR! KOSO!! – Gritou pegando uma Pequena boquinha de dentro do bolso, e com ele na mão, foi crescendo até ficar maior que o próprio Kosomon e com vários dentes afiados salientes. - Idobata Paper. E a jogou contra Hackmon.
Conner ativou o teclado do Appli drive e disse “Hack” e o  ataque desferido por Kosomon desviou de Hackmon.
Pulou pra onde Kosomon estava e ativou suas garras mais umas vez, dessa vez deixando o braço maior que o braço.
- Você vai pagar. VANQUISH CLAW! – Gritou e atacou o inimigo imobilizando-o e disparando varios raios a partir do proprio Kosomon. E logo depois jogo seu corpo contra o mesmo derrubando-o no chão, e ficando em cima dele.
Ouviram o Appmon Fala. - Ah são tantas reviews boas de pessoas maravilhosas... E logo em seguida se transformou em luz e foi para o Appli Drive.
Mas diferente das outras vezes, o circulo não abaixou e o chip continuou lá brilhando, até que uma voz, a mesma do appli link, Gritou:
- SEEEEEEEEEEEEEEEEEEVEEEEEEEEN COOOOOOOOOODE! COOOOOODEEEEEE ONNEEEEE! KOSOOMONN.
Então finalmente, o circulo abaixou e de lá saiu o chip, mas o chip não era comum, parecia uma espece de punho de aço com uma esfera azul em cima.
- Seven... Code? – Perguntou Conner pra si mesmo. – Alguém sabe o que é isso? – Perguntou aos seus appmons. Porém todos eles apenas balançaram a cabeça, afirmando não saberem.
Porém Hackmon se aproximou e usou suas garras no chip.
- Tem algo de estranho com ele mesmo – seus dados não são feitos de maneira convencional, A Maior parte dos dados, são feitos de “E” existe muito mais “E” do que 0’s e 1’s. – Terminou recolhendo as ferramentas nas garras.
- Mais um problema....... – Respirou fundo e abriu o portal para o Mundo real.
Ao chegar no Mundo real, deu de cara com sua sala novamente. – Hackmon, volte. – Falou e logo em seguida Hackmon se tornou um chip novamente.
Conner saiu da sala checando como estava lá e por sorte só ouviu comentários do tipo:
“ A Pagina desapareceu”
“ Será que foi um trote”
O Garoto sorriu pra si mesmo e voltou pra sua sala e olhou para o relógio, e por sorte já era o fim de expediente. O ruivo recolheu as poucas coisas suas que estavam ali e partiu do Departamento direto para sua casa.
Em casa, Conner se jogou no sofá e lá ficou deitado, descansando. Mas ele sabia que precisava resolver a questão do 7code.
Então usando a função que Hackmon tinha descoberto recentemente na Appmon Band, ele ligou para Daisuke.
“ Alo... Conner?”
“É. Você já ouviu falar de, 7Code?”
“7CODE? Você também conseguiu um?”
“Oh, Então você Sabe o que é??”
“ Não. A unica coisa que eu soube é o que Gatchmon me contou, segundo ele ao completar os 7, algo acontecerá, mas ele não sabe o que exatamente.”
“Gatchmon?”
“ É, longa historia....  Que tal nos reunirmos amanhã a tarde?”
“ Sim, sim, Tudo bem. Bye”
“Bye”
Conner desligou e pegou seu Notebook ligando-o, começando sua pesquisa. “Charlotte Nihs”
Charlotte é uma estudante de 18 anos, que estudava tecnologia da Informação e já havia ganhado vários premio inclusive criado seu próprio Aplicativo, “ Calculadora para Programação”.
Conner encerrou sua pesquisa e se arrumou pra sair e ir jantar. Obviamente ele iria comer algum sanduíche ou coisa do tipo.
....
Após comer seu sanduíche, Conner estava procurando um táxi para voltar  para sua casa, quando ouviu um estrondo e em seguida gritos.
- Mas que..... – Falou pra si mesmo e correu em direção a origem do estrondo.
Após correr por 7 quarteirões, o garoto parou, colocou as mãos no joelho e tentou recuperar o folego, porque pelo que ele tinha percebido ainda faltava uns 5 quarteirões.
- Arg!! – Grunhiu Conner que voltou a correr a cominho do estrondo.
Ao chegar na origem ele se viu no Museu da historia Aeroespacial, junto com uma multidão de pessoas que estavam lá observando o que quer que esteja acontecendo lá no museu.
Enquanto recuperava o folego uma explosão aconteceu dentro do Museu causando mais um forte estrondo que o fez levar as mãos para os ouvidos tampando-os.
Mesmo tampando-os Conner ainda ficou com um chiado no ouvido que o irritava.
- Hackmon!!! – falou mais alto que o normal – Você acha que pode ser um....?
- Sim!! E Um Bem perigoso. – Gritou saindo da Appmon Band em forma de Chip. - É Melhor você ir!
- Tem Gente lá dentro – Ouviu uma Mulher gritar
- Vamos!! – Gritou para Hackmon e correu direto pra entrada do Museu
Antes de entrar pela porta, Conner ouviu alguém gritar – NÃO ENTRE AI GAROTO. – Porém ele apenas ignorou e entrou.
A Cena lá dentro era horrível tinha umas 8 pessoas deitadas no chão pessoas deitadas ou sentadas no chão, algumas sangrando, algumas desacordadas. Atrás dela, um Grande foguete para a exposição que ali havia, parecia estra se ativando porém quando Conner entrou todas elas olharam para ele e depois para cima, ele acompanhou o olhar e viu 3 foguetes, que estavam no teto serem disparados em sua direção.
- Aaaaah – Gemeu enquanto tentava correr, mas teve seu punho agarrado por um dos cabos de Hackmon que o jogou na direção oposta que ele tava.
- Hamf, humf. – Respirou pesadamente enquanto tentava se recuperar. – Como você pode ser capaz de fazer isso nessa forma???- Perguntou assustado.
- Não é Hora pra isso! Tem um Portal bem Ali. Vamos!!! – Pediu e se dirigiu para o corredor para onde supostamente estava o portal para o AR Field.
Conner se levantou e se dirigiu para lá, quando parou no meio e olhou para as pessoa, sorrindo arrogante
- Não precisam se preocupar, Fujam! – e Voltou a correr
-Exibido – Hackmon falou e revirou os olhos.
Ao chegar perto Conner estendeu seu Appli Drive e o portal se abriu, o cobrindo e o mandando para o AR Field.
O AR Field, dessa vez estava, rodeado de espaçonaves e TNTs, para todos os lados,além de varias explosões provenientes de fogos de artifícios ocorriam no céu a todo momento.
O Causador de todo problema estava alguns metros frente mexendo numa especie de painel de controle, Ele também estava rodeado pela mesma aura escura de antes.
- Aquele ali é o Rocketmon! Do aplicativo de “Foguete” – Explicou Hackmon
 - Hackmon! – Hackmon voltou a forma puramente chip e foi para a mão de Conner.
Ele ergueu o Appli Drive e o Círculo abaixou-se automaticamente


- Appmon Chip Ready! – E inseriu o Chip na parte de cima e voltou o círculo a posição original.
O Círculo brilhou e uma voz estridente de dentro do Appli Drive gritou: “ APURI  ARISE” e o chip se desfez até formas uma esfera brilhante. O Garoto então aponta o Appli Drive pra frente , formando um Círculo de luz maior e dele dispara um raio de luz. Que avançou 3 Metros para formar Hackmon.
E o Appli drive Falou novamente com a mesma voz estridente: “HACKMON, APPMON DO APLICATIVO DE HACKING” e no visor na parte de baixo do dispositivo apareceu a numeração: “1400”
- Hack- Choo!!! – Gritou e avançou para o lugar onde Rocketmon estava, atacando-o com as Garras, mas ele mais rápido do que os olhos humanos podem acompanhar se desviou fazendo com que Hackmon acertasse o Painel em vez do Appmon
- Rápido! – Sussurrou pra si mesmo.
Os fogos de artificio foram parando um por um.
- Meus... Fogos de Artificio.... – Gemeu – COMO OUSA  ACABAR COM MEUS SHOWS???? COMO?? AAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRRG – Gritou fechando os olhos e reunindo energia  ficando cada vez maior. – MORRAM - Disparou vários misseis alguns em direção de Hackmon, mas a Maioria em direção de Conner.
- Merda! Conner – Gritou e começou a correr na direção de seu parceiro, escapando dos misseis.
Ao Chegar perto do seu parceiro que estava tentando fazer applia Arise do Protecmon, ele cobriu com seu corpo, e instantes depois os misseis vieram explodindo-os e os mandando para longe.
Os dois saíram rolando pelo AR Field até baterem num foguete.
Hackmon havia sido atingido por todo corpo. Seu cachecol estava destruído junto com seu capuz, e ele tinha ferimentos por todo corpo e não conseguia mais se mexer.
O Garoto estava somente um pouco melhor, visto que sua perna esquerda havia sido atingida por um dos misseis, além de varias partes do corpo dele ter sido machucado.
- AINDA ESTÃO VIVOS? – ESBRAVEJOU – DESTRUIREI TUDO DE UMA VEZ!! ROCKET BURST.
Rocketmon ativou suas turbinas e decolou rapidamente sumindo do alcance de visto de ambos.
- Hackmon? Hackmon? – Falou o garoto ao tocar o parceiro appmon.
- Grrrhh – Grunhiu. –Não temos chance.... – Começou – Temos que... fug... ir.
- Não dá, Minha perna, - Arfou de dor – não consigo correr.
- Só temos uma alternativa... – Sorriu – Appli Link!!
- Humph. Appli Link com Kyameramon não irá resolver dessa vez. – Falou enquanto se levantava com dificuldade.
- Não Falei dele. – Falou o ruivo ainda sentado.
- Appmon Chip! Ready! – Conner Falou e apertou o primeiro botão do Appli Drive.


“ Hack   Hack   Hack”  Falou a voz do Appli drive enquanto Conner Abaixava o Circulo e pegava o chip do Protecmon.
Após Inserir o chip do Protecmon, aponta-lo pra frente, e disparar as Informações do Navimon em forma energia, a mesma voz agora falava: “ Hack Protec Hack Protec Hack Protec HackProtec HackProtec Hackrotec Hacrotec Hacotec haotec havsakl” Até que o raio de energia atingisse Hackmon que estava ao lado.
Algo que Conner nunca tinha visto aconteceu, em vez do visor mostrar a combinação do poder ambos, a mesma voz de sempre disse: “THREE TWO ONE”. E o lugar onde Hackmon estava foi preenchido por uma forte luz, e a voz se fez ouvida novamente: “APPLI GATTAI”. E nas Luzes apareceu a Forma de um Grande Dragão com asas em forma de Laminas. “RAIDRAMON”. O Visor apontava: 12500


- Não existe ninguém com Habilidades de Hacking Melhores que a Minha! Raidramon, Super Hacking Appmon!
- Appli gattai?! – Perguntou Assutado o ruivo.
Raidramon sorriu e virou parcialmente o rosto sorrindo pro seu parceiro – Assunto para outra Hora – E voou mais rápido que um piscar de olhos ao encontro do Rocketmon que já estava descendo na velocidade do som.
- MORRA!! – Gritou, porém Raidramon apenas sorriu de Canto e parou esperando o golpe.
O Golpe ao encostar em Raidramon não surtiu efeito, era como se ele apenas tivesse encostado em Raidramon.
Raidramon sorriu de lado e se moveu para cima do Rocketmon, ele retraiu suas garras e as encostou nas costas do Rocketmon. – Cracking Kleis!. E de seus dedos foram disparados vários raios vermelhos de energia que perfuraram Rocketmon e saiu por todo canto do corpo do mesmo. Explodindo instantes depois.
-Ahhhhh Eu me sinto, como se eu estivesse numa festa de ano novo cheio de explosão. – Em seguida se transformou em luz e foi para o Appli Drive de Conner se tornando um chip.
- Ahaha Ha, Ganhamos Conner ganhamos!! – Falou Raidramon que já estava do Lado do Humano pulando.
- Parece CGI. – Sussurrou o humano para si mesmo
Logo após, Raidramon foi encoberto por uma luz colorida e se separou em 3 luze. 2 delas formaram Hackmon e Protecmon que caíram no chão e uma terceira luz que foi para o Appli Drive, formando mais um Chip. Só que dessa vez um chip preto e Branco.
- Parece... Desativado. – Concluiu.

Ver perfil do usuário

6 Re: Fanfic Appmon em Dom Ago 06, 2017 9:21 pm


04. O Jogo Mortal


Daisuke não sabe bem quando começou a querer a “ ajudar a melhorar o mundo” ele só sabia que queria isso.
Foi assim que ele decidiu que queria ser um diplomata, ajudar a manter a paz no mundo, mesmo que não seja a maneira mais popular, ou “certa” de fazer isso.
....
Daisuke estava desesperado. Ele havia acabado de acordar no ônibus 4 pontos depois do qual ele deveria descer e estava morrendo de fome. Por sorte do destino ele passou por uma máquina de comida.
- Ah, Graças a Deus – falou recolhendo algumas moedas na carteira e depositando na maquina. – Ah são tantas escolhas, Chocolate, batatas, Balas de goma, entre outros.
Mas quando ele foi escolher no menu qual ele queria. O menu ficou escuro como se tivesse sido desligado.
- Ué?
No menu apareceu as Palavras: “ VOCÊ QUER AJUDAR AS PESSOAS?”, porém, ela desapareceu na mesma velocidade que apareceu.
- Mas que.... – Suspirou, apertando a opção 5( Barras de chocolate).
Quando ele foi pegar a barra de chocolate, percebeu que algo veio junto a ela.
- Ué que brinde mais estranhos pra se ganhar numa maquina de comida. – Ao examina-lo.
O aparelho era retangular e angular nas pontas, sua cor predominante era preto, porém da lateral era branco. Possuía no meio uma grande parte feita de vidro a qual era dividida em 2 a segunda sendo menor e tendo um pequeno visor no centro. Ele possuía um grande círculo cinza com 3 espaços “apagados” e com tamanhos variados, com o espaço de cima possuindo um cadeadozinho, e nas laterais ele tinha 2 Botões no lado superior direito.
Então a mesma mensagem de antes apareceu, dessa vez dentro do círculo.
“ VOCÊ QUER AJUDAR AS PESSOAS? “
Junto com duas opções:
YES or NO
Daisuke apenas franziu a testa estranhando essa sinistra coincidência.
“Se é que isso seja uma coincidência” – Pensou, e moveu-se para casa.
Porém após uma serie de incidentes misteriosos, acidentes, engarrafamentos acidentes. Ele acabou se perdendo indo parar em um bairro que ele nunca tinha visto antes.
- Aaaaaag – gemeu.
- Você precisa de ajuda? – Perguntou uma voz atrás dele
- Merda! – gritou se virando com medo que fosse um assalto, mas não viu nada.
Ele virou nervoso olhando em todas direções, mas não viu nada. Ele até começou a achar que estava ficando neurótico, até que a voz falou Novamente.
- Aqui em cima!
Daisuke olhou e lá estava uma pequena criatura verde, com braço em formato de setas da cor vermelha.
Então tudo mudou drasticamente,  céu que estava claro ficou escuro, e das nuvens desceu uma mão metálica com garras pronta pra destroçar os dois.
Então Daisuke acordou.
- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH – Gritou ao acordar assutado.
- Anh??? DAISUKE?? – Perguntou Navimon que acordou com o susto. – O que foi??
- Nada, apenas um pesadelo. – Explicou. – Volte a dormir.
Navimon olhou estranho para Daisuke por um momento, mas simplesmente se deitou na sua cama improvisada no chão e voltou a dormir.
Daisuke queria ter essa habilidade, porque depois desse sonho esquisito, ele não conseguiu dormir o reto da noite.
...
Daisuke estava exausto, não havia conseguido dormir muito na ultima noite, e ainda havia tido 2 provas dificílimas. Ele queria dormir, mas Navimon, inquieto como sempre, estava enchendo o saco dele.
- Então..., Com o que você sonhou Ontem???? – perguntou o appmon.
- O Dia em que nós conhecemos. – respondeu surpreendendo Navimon. – Mas não apenas isso, havia uma mão de metal enorme que saia do céu, pronta para nos destroçar.
- Uoooa – Gemeu assutado – Mas qual é o appmon tem uma mão metálica.... Vejamos, tem o Dokamon, err... Onmon, e tem também o Gatc....
Ele parou ao ouvir um som metálico do lado de fora da casa. Ambos olharam atentamente para o Lugar de origem do som a janela. O mesmo som continuou por 3 segundos, e só parou quando eles viram uma garra metálica aparecer no vidro da janela
- AAAAAAAAAAAAAAAAAhhaaaa – Gritaram juntos.
Depois da garra metálica, veio um braço e então o resto do corpo.
- É UM GATCHMON!! – Gritou navimon
Porém Gatchmon apenas abriu a janela com muita dificuldade e caiu para dentro arfando e logo em seguida desmaiando.
- ERA ESSE QUE VOCÊ VIU???? – Perguntou o Appmon.
- Não, não era apenas as garras era o braço todo. – Respondeu
Daisuke pegou o appmon, o levantou e o levou até o sofá, Deitando-o ali mesmo.
- E se alguém chegar???? – Perguntou novamente
- Estão todos trabalhando. Só chegam tarde hoje.
30 Minutos depois
Ambos estavam sentados no chão em frente ao sofa, comendo suas refeições, e assistindo TV. Daisuke comia um pedaço de lasanha, enquanto Navimon comia um tijela, cheia de cereais com leite.
- Himpf, arg – Gemeu Gatchmon.
Os dois se levantaram de supetão quase derramando a comida e encararam Gatchmon que tentava se levantar, mesmo aparentando estar com dor, visto que estava com a garra direita alisando a testa.
- Hey, você esta bem? – Perguntou o garoto se aproximando do appmon.
- Arrg, Água... – Pediu enquanto tentava se manter em pé.
- Navimon!
- Já estou indo...
Gatchmon tomou um copo de água em segundos e respirou fundo se sentando.
-Eu... Preciso de ajuda! – Começou. –
“ Minha Ilha, a ilha dos Gatchmon nas profundezas do mar da internet, foi atacada pelo Libramon, um dos agentes de Jormungandr, e então usou seu exercito para nos dominar. Eu Consegui fujir de lá com a ajuda de alguns amigos mas, Eu tenho certeza que alguns me seguiram..... “
Ambos olharam assustado pra ele por alguns instantes, até que ouviram um som parecido com um assobio, vindo da direção da porta.
Um pouco a frente da porta havia uma pequena carta.
- AAAaaaaah! É uma bomba!!! Se escondam!!! – Precipitou-se Navimon.
- Não, não é! – Finalizou Gatchmon que estava usando sua lupa, checando o que era. – É de fato apenas uma carta!
Daisuke a recolheu e o os três a leram juntos.
 
“ Gatchmon, e Appli driver.
Temos conhecimento de onde vocês estão. Meu soldado esperará vocês as 15h da tarde no High Garden.
Estejam lá, ou farei todos vocês  pagarem.
Libramon. “
 
- Ah, Merda. Desculpe, desculpe. – Falou Gatchmon desesperado.
- Hey, hey. Não se preocupe nos o ajudaremos.- Consolou o pequeno Appmon. - Certo Navimon?
- Err... Certo!
- Otimo então vamos, que o Tempo é curto já são 13h12min. – Falou encaminhando-se para a porta, hesitando antes de abri-la. – Mas Antes retornem a forma de chip. Por favor.
Navimon se tornou luz verde e se transformou em chip. Já Gatchmon se iluminou e foi em direção do appli drive, se tornando um chip.
- Vamos.
1H35Min depois...
- Arf Arf – Respirou pesadamente ao chegar em frente do High Garden. – Chegamos.
É melhor nós irmos pro AR Field agora. – Falou Gatchmon.
- É.
Daisuke que puxou o Appli driver do bolso e apontando-o para frente abriu o portal, indo parar no AR Field.
O AR field dessa vez era um grande castelo em tons de vermelho/preto.
- Que estranho.
- Dai, faça meu Appli Arise! – Pediu Navimon.
- Ok!
Ele ergueu o Appli Drive e abaixou o Circulo dizendo:
- Appmon Chip Ready! – E inseriu o Chip na parte de cima e voltou o círculo a posição original.

O Círculo brilhou e uma voz estridente de dentro do Appli Drive gritou: “ APURI  ARISE” e o chip se desfez até formas uma esfera brilhante. O Garoto então aponta o Appli Drive pra frente , formando um Círculo de luz maior e dele dispara um raio de luz. Que avançou 2 Metros antes de formar o Navimon, totalmente materializado. 
E o Appli drive Falou novamente com a mesma voz estridente: “NAVIMON, APPMON DO APLICATIVO DE NAVEGAÇÃO” e no visor na parte de baixo do dispositivo apareceu a numeração: “560”
- Uou, Finalmente! Vamos!
Navimon Correu na frente do seu parceiro, parando na frente do portão, esperando-o.
O Hall de entrada no castelo era rodeado de escadas. Cada um levando para Inúmeros caminhos diferentes.
- Isso é fácil pra mim! – Gritou Navimon.
A Ponta do “braço direito” tocou o chão, e foi como se uma pequena onda de choque percorresse o castelo inteiro.
Logo Um Mapa completo do castelo foi, exibido na tela projetada pelo appli drive.
Na primeira porta a esquerda, havia  3 salas, separadas por um corredor; Na segunda porta a esquerda havia apenas uma sala, na seguinte a mesma coisa. E na ultima porta havias 2 salas, também separadas por um corredor.
- Creio que já vi isso em algum lugar.
- Provavelmente sim! – Pigarreou Gatchmon direto da Appmon Band. Ele saiu da Appmon band como chip – Isso é um mapa de uma dugeon de um antigo e impopular RPG.- Explicou energeticamente. – O Inimigo é um Ropuremon!
- Ahá, sabia que conhecia. – Falou o garoto. – Já li vários artigos sobre como “não fazer” um RPG. – Explicou.
- Isso não é um Problema! – Gritou. – Pois eu, Gatchmon, Posso resolver isso em instantes! – Puxou sua lupa e a colocou em frente aos olhos, e o centro dela se iluminou, e ele olhou por ela. – É até bem simples, só precisa de 3 chaves. – Apontou para a porta do meio a direita. – A primeira chave está ali! – E apontou para a Primeira porta a direita.
- Ótimo, Vamos lá Navimon, e Gatchmon.
- Vamos lá! – Concordou Navimon, e juntos foram para o corredor a direita.
...
O corredor era escuro, feitos de tijolos encardidos, e nas paredes haviam algumas tochas. Ao entrar na sala indicada por Gatchmon. Ele se viram numa câmara, triangular, com 3 guerreiros de pedras colados na parede a frente deles. Os 3 usavam armadura romanas simples, mas cada um usava uma arma diferente. O da direita usava Uma espada, enquanto o do meio usava um machado e o da esquerda uma clava.
No pescoço do guerreiro do meio havia um cordão, e nele a chave que eles precisavam.
Eles avançaram pela câmara até chegar perto das estatuas, quando algo deu errado. Elas num movimento só se moveram e saltaram para frente, erguendo as armas, desafiando-os.
Navimon sorriu de lado e avançou sem esperar um pedido de Daisuke.
- Navigation Arrow! – Lançou  3 pequenas setas, que se encaixaram na dobra entre o pescoço e o ombro,de cada um dos 3 guardas.
Os soldados avançaram brandindo suas armas, em direção de Navimon.
Navimon sorriu de lado e disparou incontáveis bombas nos guerreiros, que, embora tenham conseguido interceptar algumas, ao brandirem suas armas. Foram totalmente massacrados pelas bombas que os atingiam de todos os lados.
A cada bomba que acertava-os, aumentava a fumaça e fazia som de destroços caindo no chão.
Navimon voltou ao chão com um triunfante, e avançou rapidamente até os destroços onde, procurou nos destroços, que um dia já foram guerreiros de pedras. Ao encontra-la, ele se juntou ao seu parceiro, e juntos voltaram ao corredor escuro de antes.
Ao sair do corredor escuro se depararam com o mesmo hall de antes.
- Agora, segundo esse detonado, temos que ir... POR ALI!  - Apontou para a primeira porta a esquerda.
Eles avançaram e atravessaram a porta, e entraram num corredor similar, só que dessa vez no corredor havia 3 portas, ambas com aspecto velho, e desgastado, além de uma delas aparentar ter sido queimada a pouco tempo.
- É nesta ai do meio. – Gatchmon apontou diretamente para porta do meio, a queimada.
Daisuke avançou em passos longos. Estava determinado a terminar isso rápido.
- He-ey,  CUIDADO! – Tentou avisar Gatchmon, mas já era tarde os outros dois já tinham entrado na câmara.
-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH – Gritaram os dois ao mesmo, tempo ao ver um dragão enorme plantado no meio da sala olhando diretamente para eles.
O Dragão era cheio de espinhos, tinha a pele verde acinzada, tinha um longo pescoço, Pequenas asas, que não apreciam ser capazes de faze-lo voar, Grandes e pesadas pernas, além de um cauda com a ponta igual a de uma Clava.
Atras do Dragão havia uma pequena bola flutuando, e dentro dela, havia uma pequena chave. A segunda.
Ele voltaram para trás com a intenção de sair da sala, mas foram surpreendidos pelo fato dela ter se trancado assim que  Gatchmon passou por ela.
“Merda.” Pensou Daisuke ao encostar as costas na porta. Tinha que pensar em algo rápido.
- RAAAAAAAAAAAAAAAAAWWWWWG – Rugiu o Dragão como se os desafiasse.
- É isso! – Foi como se uma pequena lampada se ascendesse em sua cabeça. – Navimon, trace um caminho seguro até chegar na chave. Sei como distrai-lo. – Concluiu sorrindo confiantemente.
Antes de Navimon terminar de traçar o caminho mais seguro, Daisuke retirou o Appli Driver do bolso.
Ele ergueu o Appli Drive e abaixou o Circulo dizendo:
- Appmon Chip Ready! – E inseriu o Chip na parte de cima e voltou o círculo a posição original.

O Círculo brilhou e uma voz estridente de dentro do Appli Drive gritou: “ APURI  ARISE” e o chip se desfez até formas uma esfera brilhante. O Garoto então aponta o Appli Drive pra frente , formando um Círculo de luz maior e dele dispara um raio de luz. Que avançou poucos centímetro antes de formar Callmon, totalmente materializado. 
E o Appli drive Falou novamente com a mesma voz estridente: “CALLMON, APPMON DO APLICATIVO PHONE” e no visor na parte de baixo do dispositivo apareceu a numeração: “520”.
- Uooou! – Gritou animado. – Farei o que precisar Daisuke-Dono!
- LEMBRE-SE EU SOU O BUDDY DELE! – gritou Navimon que tentava desviar das garras do dragão. – ARG EU ODEIO DESVIOOOOOOOOSSSSSSS
- RAAAAAAAAAAAAAAAAAWWWWWG
- Callmon Ligue para alguém Para distrai-lo! Rápido!
-Pode deixar! – Respondeu o Appmon vermelho. – Connect Link! – Apertou os números em seu braço como se tivesse realmente fazendo uma ligação
Navimon continuava desviando, mesmo que isso não o agradasse, das garras do Dragão, enquanto Callmon continuava a discar.
- Pronto! – Callmon terminou de apertar os botões, e por alguns momentos, a chamada “chamou”. E Então um Rugido alto saiu dos auto-falantes de suas mãos.
O Dragão ficou aturdido e parou de perseguir o Navimon, que, livre correu rapidamente para onde a esfera com a chave estava.
O Dragão e o que quer que estivesse do outro lado da ligação começaram a trocar rugidos, cada vez mais altos dando tempo suficiente para Navimon agarrar a bola com a chave.
Assim que Navimon recolheu a bola, a porta fez um “Click” indicando que estava aberta novamente.
Barulho que não passou despercebido pelo Dragão que virou seu longo pescoço, e olhou diretamente para Navimon que segurava o orb.
- Agora! – Daisuke gritou e abriu a porta. O Dragão rugiu.
- HYYYAAAAAAAAAAAAA – Navimon gritou enquanto corria por debaixo do Dragão.
- RAWWWWWWWWWWWWWR – Rugiu com ódio ao abaixar a cabeça e colocava a cabeça abaixo do corpo com a boca aberta. Pronta para devorar Navimon.
Porém Navimon pulou desviando da boca aberta, e espetou ao olho esquerdo do dragão, com a ponta do braço direito.
O Dragão uivou de dor enquanto Navimon se encontrava com os outros e juntos atravessaram a porta, fechando-a logo em seguida.
Daisuke respirou pesadamente por um tempo e depois, sorriu.
- Duas chaves. – Respirou fundo e se levantou – Você foi muito bem, obrigado Callmon. – Ergueu o braço esquerdo.
Callmon, sorriu e se tornou luz voltando para a Appmon Band.
E juntos eles saíram do corredor, estando mais uma vez no hall.
- E Agora Gatchmon? – Perguntou
- Na seguinte, é o ultimo Desafio!
- É...? – Perguntou Daisuke, que não queria ser pego de surpreso igual das ultimas duas vezes.
- É um Labirinto! – Concluiu.
- Ok Vamos.
E juntos, os 3 entraram na porta.
Esta era diferente das outras, não havia um longo corredor, nem um monte de portas, eles simplesmente entraram direto no Labirinto.
O labirinto, tinha as paredes feitas de arbustos, e o chão era, feito de terra batida.
-Humpf, Isso nem é desafio para mim! – Falou com orgulho Navimon. – Farei isso em pouco minutos me esperem aqui!
Logo ele saiu em disparada pelo corredores do Labirinto.
- Então, Como foi que vocês se conheceram? – Perguntou Gatchmon timidamente.
- Eu estava voltando da faculdade, com fome. Quando encontrei uma maquina de comida, fui comprar algo, mas, em vez de sair comida, caiu o Appli Drive. – Ele tirou o Dispositivo no bolso e o examinou. Como se esperasse que ele fizesse ou apontasse para algo novo. – Então depois de uma sucessão de desvios, eu me perdi, e Navimon me encontrou.
Gatchmon apenas balançou a cabeça, e ambos ficaram em silencio até a chegada de um Orgulhoso Navimon. Que trazia consigo a terceira e ultima chave.
- Vamos.
Eles saíram, e se encaminharam para a ultima porta, que ficava ao lado da que acabaram de sair, separadas apenas pelas as escadas que as conectava com o hall.
A porta era diferente das outras, esta, além de ser da cor bege tinha, 3 buracos, que formavam um triangulo.
-Aqui estamos nós. – Falou e enfiou cada uma das 3 chaves em um dos buracos.
Assim que as 3 chaves foram inseridas a porta soltou um ruido e tremeu. No centro dela surgiu um pequeno preto. Dele saiu 3 linhas. Duas se encaminharam para as extremidade da parte de cima. E um deles  se dirigiu para a parte de baixo, atravessando a parte de baixo inteira. Dividindo a porta em 3 partes.
Então, as partes com um rangido se afastaram uma da outra, pouco a pouco revelando um corredor escuro, mas, mais curto que o resto.
Eles ultrapassaram o corredor em passos largos, e quando ultrapassaram ele se viram em uma outra câmara circular.
A câmara era maior que as anteriores. Ela possuía uma arena de batalha feita de terra, e arquibancadas dos dois lados, que estavam vazias.
Na ponta oposta da arena havia, havia um Appmon humanoide loiro, que usava, uma capa vermelha, uma espada na mão direita, e um escudo, dourado e pintada de dourado com um sol vermelho na mão esquerda. Ele possuía uma aura escura, que exalava de seu corpo. Ele estava sentando e se assustou quando os viu chegar.
- Mas... Vocês deviam ter sido derrotados pelo Dragão! – Se exaltou se levantando e apontando sua espada para eles.
- Como eu disse!! É o Ropuremon! – Ele olhou mais uma vez pela lupa. – Appmon dos Jogos de RPG, Ropuremon!
- Navimon Você está pronto? – Perguntou Daisuke preocupado.
- Sempre! – Sorriu de lado e avançou para Ropuremon.
- Acha que pode me deter? Hyaaa! – Ropuremon também avançou.
A espada de Ropuremon e o braço de Navimon colidiram, levantando faíscas, e causou um alto ruido de metais colidindo: “Trirnm Trirnm”
Eles se afastaram, tomando impulso um no outro. Quando tocaram mais uma vez o solo, eles se encararam, e voltaram a se atacar, a espada e o braço voltaram a se encontrar, chiando alto. Eles trocaram mais alguns golpes, porém, Ropuremon deu uma estocada na barriga do Navimon usando o escudo, derrubando-o no chão. Navimon derrapou  por alguns metros levantando poeira.
- Agora é a sua vez! –Ropuremon, agora no chão, virou para o garoto. – Morra!
“Merda” pensou.
- Rápido!! AAA. – Gritou Gatchmon.
Ele tentou achar o seu Appli Drive antes que fosse tarde demais.
- Appmon Chip rea....
- Não deixarei! – Gritou, batendo com força no chão usando a parte chata da espada, criando uma onda de choque que derrubou Daisuke de costas, jogando o Appli Drive, e Gatchmon longe.
Ropuremon se aproximou de Daisuke pronto para corta-lhe o pescoço. Mas Navimon surgiu pulando alto.
- Navimon Ninpou: Atadura de sombras. – Uma pequena seta verde foi atirada na sombra de Ropuremon. Prendendo-a ao chão, como se estivesse pregando um papel numa parede.
-Huh?! – Ropuremon, tentou andar mas não conseguiu. Estava preso.
Daisuke ao perceber isso se levantou, correu e agarrou o Appli Driver.
-Aha! – Sorriu ao pegar ele em mãos.
-Daisuke! – Gatcmon que agora, tinha seu holograma quase 100% transparente. – Me Use, no Appli Link. Por favor! Eu acho que talvez, Talvez... – Respirou fundo, tentando buscar energia. – Talvez... Appli Gattai aconteça! – Sumiu tonando-se unicamente chip, que caiu na mão do Daisuke.
- Appli Gattai...? - Então se preparou.
Atras dele, Navimon Lançou bombas no Ropuremon paralisado, Mas ele rebateu usando sua Técnica Brave Shield. Impedindo não apenas as Bombas mas destruindo a seta que o prendia.
Ropuremon sorriu e se virou para atacar Navimon mais um vez, quando A Voz de Daisuke o Impediu.
- Appmon Chip! Ready! – Daisuke Falou e apertou o primeiro botão do Appli Drive.
“ Navi Navi Navi ”  Falou a voz do Appli drive enquanto Conner Abaixava o Circulo e pegava o chip do Gatchmon.
Após Inserir o chip do Gatchmon, aponta-lo pra frente, e disparar as Informações do Navimon em forma energia, a mesma voz agora falava: “Navi Gatch Navi gatch Navi Gatch NaviGatch NaviGatch Navatch Navatch Naatch Naatch Natch Natch navsakl” Até que o raio de energia atingisse Navimon que estava um pouco a sua frente.
Algo que Daisuke nunca tinha visto aconteceu, em vez do visor mostrar a combinação do poder ambos, a mesma voz de sempre disse: “THREE TWO ONE”. E o lugar onde Navimon estava foi preenchido por uma forte luz, e a voz se fez ouvida novamente: “APPLI GATTAI”. E nas Luzes apareceu a Forma de um Guerreiro com um capacete verde com um “V” no Topo, e uma jaqueta verde, e com Setas vermelhas, na Cabeça e na cintura, totalizando 4. “DOGATCHMON”. O Visor apontava: 7500.

- Então, isso é Appli Gattai??
- Um novo Corpo e um Novo Poder! Em Toda Deep Web, não existe poder de Pesquisas Maior que o Meu! Eu sou Dogatchmon! – Gritou levitando
- Eu não me importo! Holy Sword! – Sua espada brilhou e se estendeu até  ficar com mais de 1,5m. – Morra! 
Ele movimentou a  espada com intuito de cortar os dois ao meio, mas foi impedido por DoGatchmon que rapidamente se pôs na frente. Ele parou a lamina com dois dedos erguidos da mão esquerda.
- Huh?! – Ropuremon se assustou.
Dogatchmon sorriu de lado e encostou as pontas dos dois dedos da espada, quebrando metade dela.
- Huahh??? HAAAA! – Gritou com um mistod e confusão e medo.
As setas saíram de suas posições, e se juntaram em duplas. Se juntando e criando um cabo. Se tornando Duas Espadas.
Dogatchmon atacou Ropuremon com as espadas. A principio ele conseguiu se defender bem dos ataques usando o escudo, mas não durou muito, com apenas mais um golpe ele conseguiu jogar o escudo longe.  E com Ropuremon com a guarda baixa ele disfere um chute no peito dele. Mandando ele longe, atingindo uma das paredes das arquibancadas,criando, com o impacto, uma cratera ao seu redor.
- Agora, testemunhe o poder de DoGatchmon! – DoGatchmon voltou a se levitar, agora, quase alcançando o teto. As Espadas voltaram a se setas e se posicionaram ao redor de DoGatchmon.
- Acabarei com você, com a minha técnica especial!! – As Setas começaram a brilhar e soltar pequenos raios de energia. – DOGATCH BUSTER! – Ele levou as vão juntas e abertas para a frente, e as setas as seguiram deixando um pequeno espaço por entre as pontas das setas. A partir dele uma esfera de energia se juntou. Instantes depois toda energia acumulada foi disparada na direção de Ropuremon, que ainda não havia conseguido se re-estabilizar, e foi atingido em cheio.
E com uma explosão, Ropuremon foi derrotado.
No meio da fumaça um feixe de luz surgiu e se dirigiu para o Appli drive de Daisuke.

- SEEEEEEEEEEEVEEEEEEEEEN COOOOOOOOOODE! COOOOOOOODE TWOOOOOOOOOOO ROPUREMON!!!!!!! – Gritou o Appli Drive.
- Hum! No final ninguém é páreo para DoGatchmon! – Ele falou e foi coberto por uma aura multicolorida e logo depois, se separou em 3 luzes. 2 se tornaram Navimon e Gatchmon que caíram no chão cansados. E uma se dirigiu para o Appli Drive se tornando um chip. Mas dessa vez o Chip veio veio Cinza.
- UOOOOOOOOOOOOOOOOu, Seven Code??????? Dizem que Quando conseguir todos, algo maravilhoso vai acontecer! – Explicou Gatchmon.
-Oh. Mas, você sabe porque... porque ele tinha aquila aparência? – Se dirigiu a Gatchmon que ainda tentava se recuperar.
- É obra do Libramon, todo os soldados deles tinha essa aura, era como se tivessem sendo controlados. – Explicou.
- Appli gattai?
- Você não sabe? “ Appli Link é o método com o qual dois Appmons podem unir suas forças com outro. Mas existe um limitado numero de casos onde ao executar o Appli link acontecerá o Appli Gattai. Ou seja quando dois Appmons “Certos” se juntam, Uma mais forte acontecerá”
- E eu Gatchmon, estou as suas ordens! – Falou fazendo uma pequena reverencia.
- Mas Não se esqueça! – Navimon se interpôs no meio - Eu sou O Parceiro dele! – Falou encarando feio Gatchmon.
-Rhhhahh??? – Gatchmons e aproximou até que suas testas bateram uma na outra.
-Rhhah! – Respondeu Navimon Com raiva.
- Hey-ei não briguem – Tentou apartar a briga mas sem resultados. – Que tal mais tarde tentarmos pensar em algo para te ajudar Gatchmon ein?? O que acha Navimon?
Nenhum dos dois o respondeu.
 
*****
Numa sala circular totalmente escura, havia um Appmon, cheio de zippers, sentado numa cadeira, olhando para uma tela.
-Senhor.... – Falou a voz na tela – Me perdoe! Eu não percebi que um daqueles idiotas tinham fugido, antes que fosse tarde demais! Ele encontrou um humano com um Appli Drive, quando eu soube, mandei o meu mais forte soldado. – Explicou-se. – Mas.... Mas....
- Mas o que? – Perguntou o Appmon cheio de zippers friamente.
- Mas.... ELE ACABOU SENDO UM SEVEN CODE – Desabafou tudo num grito cheio de medo.
- Sabe que não Permitimos erros não é Libramon? – Sua voz dessa vez estava tão recheada de sadismos que era mais fria que Nitrogênio liquido, e mais cortante que uma espada. – Devia saber deixar certas rivalidades para lá. Pelo menos achou o que procurávamos? – Perguntou
-Não, senhor. – A voz agora evidenciava mais medo que antes.
- Volte para que e daremos um jeito em você! – Falou friamente. – E um jeito de esconder a ilha dos Gatchmon. – Terminou. E com um mover de mãos a tela sumiu.
- Ora, ora não é que aquele desgraçado começou a se mover. 

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum